O resgate da auto estima – Despertar com a palavra do dia 4 de Julho

O resgate da auto estima

Então o anjo do Senhor lhe apareceu, e lhe disse: O Senhor é contigo, homem valoroso. Então o Senhor olhou para ele, e disse: Vai nesta tua força, e livrarás a Israel das mãos dos midianitas; porventura não te enviei eu? E ele lhe disse: Ai, Senhor meu, com que livrarei a Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu o menor na casa de meu pai. Juízes 6: 13-15;

Apesar de ser o anjo do Senhor, a chamar Gideão de homem valoroso e forte, Gideão se vê fraco, pequeno e sem prestígio. A auto estima de Gideão fora sendo destruída por várias condições adversas: pobreza da sua família; sua posição na própria família; e os problemas que toda a nação de Israel enfrentava com o jugo dos Midianitas, Amalequitas e outros povos invasores que: roubavam; saqueava e destruía tudo que encontrava pela frente.

Apesar de todos estes sentimentos negativos, Gideão era o único da casa de seu pai que estava naquele lagar malhando trigo, com isso lutava pela sua família. Muitos de nós agimos da mesma forma que Gideão, mesmo sendo verdadeiros guerreiros em meio a tantas lutas, nos vemos fracos e incapazes de realizar coisas maiores do que estas. Nos vemos rejeitados e desamparados e chegamos a pensar que não merecemos melhor sorte, que é assim mesmo, tudo está ruim porque somos pequenos demais, quando na verdade o problema não está em nós, muitas vezes são as circunstâncias. Em outros momentos estamos convencidos de que Deus se esqueceu de nós para sempre, e nos entregou a vergonha, a opressão e a ruina.

Precisamos de um encontro com o Senhor para compreender verdadeiramente o nosso papel e quem somos de fato, e entender a importância que temos dentro da nossa casa, na família, na igreja ou na sociedade.

Na verdade, todos os personagens comuns, pessoas do meio do povo, que ousaram realizar algo de valor, foram desprezados por motivos muito parecidos com os de Gideão, as credenciais do berço. Os irmãos de Davi o chamaram de mau, perverso e pretencioso, os conterrâneos de Saul, igualmente o desprezaram por ser de uma família sem prestígio. Jesus foi ironizado por ser de uma família, cujo pai era um carpinteiro, José foi chamado de sonhador e pretencioso.

Se por um lado, aquele que se dispor a fazer algo grande sempre sofrerá oposição, críticas e zombarias, Deus continua a valorizar as pessoas pelo que elas tem dentro do coração e não pela sua aparência exterior ou pelo status social.

Se você está se sentindo frágil e insuficiente, mesmo fazendo o seu melhor, deixa o espírito de Deus te convencer que essa tua força é suficiente, desde que ela seja aliada a do Senhor. A Gideão o anjo determina: vai nesta tua força eu estarei contigo; eu te envio para lutar e para vencer, ele também estará contigo e igualmente te fará vencer, os teus adversários; e as lutas nas quais você está envolvido; tão somente deixe de olhar para si mesmo e olhe para as promessas do Senhor e se esforce, quando faltar-lhe forças ele entra com a dele. Confie!

Tenham um excelente dia, despertados com a palavra.

Pr. Aylton Jośe Alves


pelo

Avatar de Pr. Aylton José Alves

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *